Descubra aqui se a operadora pode cancelar seu plano de saúde!

Você não foi ameaçado e foi a tribunal, que não apenas descartou a atitude do operador como infundada, mas também ordenou que você pagasse 15.000 reais em danos morais e despesas médicas para cobrir o custo de uma complicada cirurgia de ablação por arritmia.

No total, as sanções contra o plano são próximas a 50.000 reais. Este caso é recente, mas não é o único que está causando problemas: você sabe quando um operador pode cancelar seu plano de saúde?

Devido a fraude ou quebra de contrato, o operador pode desconectar apenas o beneficiário. Nas circunstâncias acima, o tribunal rejeitou a atitude do operador, mas em alguns casos, o tribunal recebeu apoio jurídico na sentença.

Portanto, saber lidar com essas situações inesperadas desagradáveis ​​não custa nada.

Todos os planos de saúde em Sorocaba, ou em qualquer região do Brasil, são regulamentados pela Administração Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que determina as circunstâncias sob as quais o beneficiário pode perder o direito de cobertura do plano e o operador finalizar o plano unilateralmente.

De acordo com a Lei 9656/98, o contrato somente pode ser cancelado se houver fraude ou quebra de contrato por mais de 60 dias consecutivos ou descontínuos nos últimos 12 meses.

Por meio de fraude, o beneficiário deve entender como tendo uma determinada doença congênita ou emprestando o portfólio planejado a outra pessoa (se eles consultaram ou realizaram testes ou procedimentos).

No entanto, a lei estipula que o consumidor deve ser notificado no 50º dia da quebra do contrato; caso contrário, se o aviso não for feito dentro do prazo prescrito, a suspensão do direito é considerada ilegal e abuso do direito. O operador será responsável por multas.

Por sua vez, o aviso deve incluir alguns problemas, como a identidade do beneficiário, o operador, o plano de saúde assinado e o número de dias de inadimplência.

No entanto, observe que essas regras se aplicam apenas a planos de saúde pessoais.

Os planos coletivos podem ser quebrados unilateralmente a qualquer momento.

Por outro lado, os consumidores também têm o direito de cancelar seus planos de saúde sem se preocupar.

Nesse caso, um aviso de cancelamento também deve ser emitido antecipadamente, que aparece como uma cláusula no contrato assinado.

O lembrete é cumprir o prazo, envie uma carta com um recibo da fatura (AR) para sua custódia e preservação.

Não é recomendável cancelar o plano de saúde por telefone.

Caso o contrato seja rescindido dentro do prazo estipulado no contrato, o operador não poderá solicitar uma taxa mínima de associação ou cobrar uma taxa de rescisão.

Se houver uma disputa, é recomendável procurar a ANS para encontrar uma solução.

Portanto, é muito importante ler o contrato com atenção e negociar a qualquer momento antes de assinar o contrato.

Se você tiver alguma dúvida, entre em contato com o corretor que vendeu o plano ou procure diretamente os canais de atendimento ao cliente da ANS.

A agência chegou a lançar um aplicativo que ajuda os beneficiários do plano de saúde a resolver pequenos problemas, como consulta de cobertura e resposta a perguntas.

Quem não tem planos não deve perder tempo. Hoje, eles são a única garantia para atendimento de alta qualidade, sem gastar muito tempo em consultas particulares.

Gostou de mais um dos nossos artigos? Faça planos imediatamente com a equipe de vendas profissional e tenha certeza de um serviço de qualidade.

You Might Also Like
Deixe uma resposta