Bem-estar na terceira idade: descubra como melhorar a sua saúde bucal

A saúde bucal tem sido um tema cada vez mais buscado pela geração maior de 60 anos, tendo em vista que existe um consenso público de que os idosos precisam passar pelo processo de implante dentário ou uso de dentaduras.

Porém, isso não é uma verdade, talvez tenha se estabelecido algo de que antigamente, a higienização bucal não poderia ser difundida, mas os dentes não são programados para cair. 

Por isso, deve-se investir em uma boa saúde bucal o mais rápido possível, assim, a manutenção dos dentes poderá perdurar durante toda vida.

Caso isso não ocorra, será necessário realmente o uso de um implante dentário.

Por que a saúde bucal é importante na terceira idade?

O sistema digestivo começa pela boca. Esse órgão, é sem dúvidas um dos mais importantes para a manutenção da vida humana.

A boca é a porta de entrada para todos os nutrientes que são necessários. Então, uma boa saúde física depende bastante dela.

Por isso, precisamos investir em uma saúde bucal o quanto antes, para conseguir manter uma boa condição alimentar.

Caso o idoso tenha dificuldades na mastigação pela posição dos dentes, pode-se procurar um profissional odontogeriatra que vai conseguir indicar se o aparelho dentário invisível ou um comum pode ser uma opção.

Para a segurança e autoestima, também é importante se preocupar com a saúde bucal, pois  muitos idosos relatam que não se sentem à vontade para curtir a melhor idade por serem reféns das próteses móveis.

Dessa forma, muitos desses idosos se encantam com os resultados do implante dentário antes e depois e acabam realizando esse procedimento para que seja restaurada a segurança e parte da qualidade de vida.

Quais os principais efeitos da velhice nos dentes?

Envelhecer por si só não é um problema para os dentes. Porém, o que pode decorrer da velhice são as consequências de maus hábitos que foram adotados por anos, e também de doenças bucais ou físicas.

Por exemplo, se por anos, um paciente não teve a rotina de higiene bucal, os seus dentes, então, ficam expostos a bactérias e podem sofrer com cáries, erosão dental, gengivite e outras enfermidades bucais.

A doença periodontal também é um risco para uma má higienização bucal em longo prazo, sendo então, a principal causa para a perda dos dentes em adultos.

Doenças não ligadas diretamente à saúde bucal, como a diabete, a lúpus e desnutrição podem enfraquecer os dentes. 

Por isso, é recomendável manter uma vida equilibrada para que seja possível preservar a saúde dos elementos dentários.

Já no quesito estético, os dentes podem escurecer com o passar dos anos. Se isso acontecer, e for da vontade do paciente, é importante investir e pesquisar sobre clareamento dental preço.

Como prevenir os danos que a velhice causa nos dentes?

A melhor forma de prevenir os danos causados por anos de má higienização ou pela falta de cuidados, é dedicando tempo e mantendo hábitos saudáveis.

Muitos jovens, hoje se preocupam com a estética dental, como pode ser visto no uso das facetas de porcelana, mas a verdade é que a principal preocupação deveria ser sobre a longevidade do seu sorriso.

Uma vez que os danos já existem, deve-se procurar um profissional de odontologia para estudar o melhor tratamento para eles.

A velhice também traz consigo alguns possíveis distúrbios, como a boca seca, que consiste na falta de saliva o suficiente para a boca.

Nesse caso, é importante que haja um consumo de água frequentemente, pois na falta de umidade na boca, os dentes ficam mais expostos a bactérias.

Para idosos que precisam usar próteses, também é importante que a mantenham higienizadas para que não haja um acúmulo de comida, e consequentemente, a propagação de microrganismos que afetam a saúde bucal.

De forma resumida, adote os seguintes hábitos:

  • Escove os dentes após cada refeição;
  • Use fio dental;
  • Consulte um dentista a cada 6 meses;
  • Utilize um creme dental com flúor.

Desse modo, entenda quais são os melhores tratamentos para a perda dos dentes, seja de maneira parcial ou total.

Quais são os tratamentos mais recomendados para o edentulismo?

O edentulismo é a perda total ou parcial dos dentes, que são considerados permanentes, e decorrem de acontecimentos multifatoriais da vida de um paciente nesse estado.

Os tratamentos do edentulismo podem ser através de próteses móveis ou fixas, como a implantação dos dentes.

Dessa maneira, é preciso procurar um profissional habilitado para realizar esses procedimentos, já que em idades mais avançadas, o osso que dá base para a estrutura dentária pode se retrair após a perda deles.

No geral, essa condição pode trazer muita insegurança e diminuir a qualidade de vida do paciente. 

Por conta disso, o tratamento deve ser escolhido de acordo com a necessidade e preferências do paciente.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

You Might Also Like
Deixe uma resposta